Todos ouvimos falar dela, a aldeia de Piódão, a celebrada “aldeia presépio”, uma das mais típicas localidades de Portugal, mas de pouco servem os louvores escutados e os textos lidos diante da beleza de Piódão.

Após quilómetros de caminhos sinuosos pela Serra do Açor, no coração das Beiras, surge, ao fundo de um vale, a Aldeia Histórica de Piódão. Numa das curvas da estrada para a aldeia, o miradouro de Miguel Torga permite vislumbrar Piódão, um “berço protegido pelas encostas da montanha”, como o escritor a descreveu. Rodeada por extensas manchas de pinhal e montes conquistados por urzes e giestas, esta é uma terra onde nos sentimos esmagados pela imponência da serra, um recanto fascinante para explorar tranquilamente.

Desça ao vale e acerque-se ao afamado casario de xisto e lousa, com as suas características portas e janelas de madeira pintadas de azul, um aglomerado nascido do invento do Homem, que aqui prova ser capaz de se adaptar aos lugares mais inóspitos. Piódão, em forma de anfiteatro, está magnificamente preservada e integrada na paisagem que a envolve, ao longo de socalcos, como se de um autêntico presépio se tratasse.

Comece a explorar a aldeia, percorrendo as estreitas ruelas com chão de xisto, descobrindo pátios pitorescos protegidos do sol por vinhas suspensas e admirando as portas e os frisos das janelas de um azul luminoso, inebriante, fotogénico. Enquanto caminha pelo labirinto de vielas, repare no som constante da água que desce da serra e corre ao longo de uma canada irregular – chamam-lhe a Levada –, um importante elo de ligação entre os habitantes da comunidade.

Eventualmente chegará à praça central da aldeia, onde se ergue a Igreja Matriz, uma edificação do século XVII, mas cuja fachada, branca e azul, data do final do século XIX. Não deixe de espreitar o interior do templo e contemplar o altar-mor, cujo retábulo em talha dourada contém imagens de Nossa Senhora da Conceição, de São Miguel e de São Sebastião. No mesmo largo, junto ao Posto de Turismo, aproveite para conhecer o Núcleo Museológico do Piodão, que acolhe uma exposição permanente com artefactos e obras de arte que mostram o modo de vida das gentes da aldeia.

No núcleo habitacional de Piódão, classificado como “Imóvel de Interesse Público”, encontrará outros importantes exemplos de património religioso, como as capelas de São Pedro e das Almas, esta última com uma notável pintura no seu interior, representando as Almas do Purgatório. Procure também pela Fonte dos Algares, um chafariz construído no interior de uma parede de xisto e, no cimo da povoação, descubra a antiga Eira Comunitária, onde os cereais eram malhados e peneirados, e de onde obterá uma visão panorâmica para o vale.

De alma revigorada após um passeio ímpar, recorde sabores antigos à mesa, celebrando a verdadeira essência do que melhor se come em Portugal. No restaurante O Fontinha encontrará pratos regionais típicos, como a chanfana assada no forno a lenha, o bucho de porco recheado e a truta grelhada.

Reserve a tarde para calcorrear as imediações de Piódão, caminhando por viçosos vales, verdejantes pastagens e nascentes de água pura. Pode optar por um de dois percursos pedestres: o PR3 AGN-Açor (8,7 km’s, três horas e meia) ou o PR2 AGN-Os Povos das Ribeiras de Piodam (10 km’s, 4 horas e meia). Se preferir ficar pela aldeia, e o tempo estiver propício a banhos, a Praia Fluvial do Piódão é a melhor opção. A sua água fresca e cristalina é procurada por residentes e visitantes durante todo o verão, mas mesmo que São Pedro não ajude, a esplanada da praia, com uma envolvente natural, é motivo suficiente para uma visita.

Ao cair da noite, Piódão ganha um encanto especial. É ao crepúsculo que a “aldeia presépio” sobressai, iluminada por candeeiros de luz amarela pintando o casario de xisto com um gradiente de tons mágicos. Termine a visita a Piódão admirando este cenário digno de um postal de Natal e, depois, aproveite para pernoitar num dos alojamentos locais da povoação, como a Casa da Padaria, a Casa do Xisto ou a Casa da Fonte Nova, ou, se preferir, opte pelo hotel de quatro estrelas da aldeia, o Inatel de Piódão.

Pode encontrar mais informações sobre Piódão no site, no blog ou na página de facebook das Aldeias Históricas.

 

Gabriel Soeiro Mendes, 03 de Dezembro de 2018